domingo, 13 de abril de 2008

A Minha Maratona - LN

A minha maratona foi difícil, aliás muito difícil! Durante as últimas semanas muitas vezes pensei em não fazer a fazer, ou antes participar em apenas parte da prova (talvez fazer os últimos 25 Kms a puxar pelo PT).

No entanto, conseguirmos a inscrição em Londres não foi fácil e será que conseguiria voltar a ter uma oportunidade nos próximos anos?

Tive uma preparação muito difícil, com sucessivas lesões que me permitiram treinar apenas 383Kms, desde 20 de Janeiro (11 semanas - 34Kms/média por semana) - e fiz muitos treinos em sofrimento. Apenas fiz um treino com mais de 30 Kms.

Na véspera, decidi que iria fazer toda a Maratona - não podia perder parte da festa - mesmo que tivesse que fazer parte em sofrimento! Apontei para as 3h15m (seria realista?).

Começámos lentos (eu e o PT) porque a multidão não nos permitia correr mais rápido, mas a 4 Kms já estávamos ao nosso ritmo. O PT estava mais leve que eu. Senti-o quando ficou para trás por 2 vezes (WC e alongamentos) e num ápice se colou a mim. Um pouco antes da meia disse-lhe para arrancar porque estávamos com ritmos diferentes.

Pouco depois da Meia comecei a sentir uma fortissima dor de barriga que me levou a fazer uma primeira paragem num wc, que nunca mais aparecia (estava com um desarranjo intestinal). Nos Kms seguintes fiz mais 4 paragens em WCs (conheci 2 WCs portáteis, o wc dum supermercado dum Indiano simpático, o dum restaurante de Fish & Chips e o dum Hotel de 4*). Nessa altura estava de rastos e ainda faltavam 15 Kms. Quantas mais vezes pararia para ir ao WC?

Entre os Kms 25 e 30, fiz 5m41 de média, e entre o km 30 e 35 , fiz 5m37 de média (com as paragens) - até então vinha com 4m32 de média. Pensei muitas vezes em desistir.

Recuperei o bem estar intestinal e mantive-me até ao final perto dos 5m/km, incentivado pelos milhares de espectadores que gritavam e incentivavam os atletas - extraordinaria a sensação. Foram eles que me levaram até ao final!

No final fiz 3h26m53, à média de 4m54, o que considerando as falhas na preparação e as ocorrências da prova não foi um mau resultado.

Muitas e boas corridas para todos!

3 comentários:

António Bento disse...

não foi um mau resultado??? permitam-me a expressão: "porra companheiro" com tanto percalço intestinal e tanto desarranjo foi um recorde do mundo.
deve ter sido a maratona mais rápida de todos os gajos que tiveram que o fazer 5 vezes durante a prova.
GRANDE Luís, mais uma vez GRANDE exemplo!
És o maior!
abraço e boa recuperação. só não te convido para irmos ao indiano porque te pode trazer de volta algumas memórias recentes :-)))
ab

Nocas & Joquinha disse...

Intrépido Nemo,
Eu digo o mesmo que o António, tirando a parte do Po..., porque uma lady não diz palavrões!

Mesmo sem os percalços e as dificuldades por que passaste eu já achava o teu tempo excelente, mas tendo em conta todas as vicissitudes que nos descreves, digo-te apenas que ÉS O MEU HERÓI :-)

PARABÉNS pela perseverança e espírito guerreiro com que te bateste para atingir os teus objectivos. Eles são, sem dúvida, um exemplo para todos nós e a tua "imagem de marca"!!!

Aos restantes atletas deixo também um grande beijinho de PARABÉNS pelos óptimos resultados e a promessa de que me irei empenhar para (um dia...) conseguir estar convosco, de camisola GAFE vestida, numa destas Maratonas ;-)

Até breve e dêem notícias quando voltarem aos treinos.
Ana

o Editor disse...

És mesmo um atleta do outro mundo.
Fazer 3:26 com esses problemas técnicos é obra.